Vai viajar? Nutricionista dá dicas para alimentação não afetar o desempenho da viagem

November 18, 2017

 

Não é segredo para ninguém que alimentar-se bem é a maior recomendação de especialistas para o cotidiano de qualquer pessoa. Mas quando quebramos nossa rotina, seja numa viagem de férias ou a trabalho, é fundamental não descuidar, seguindo um plano alimentar que vá agir como combustível para melhor aproveitar seus planos.

“Saco vazio não para em pé”, quem não conhece o ditado? Afinal, além da nutrição, é na alimentação – combinada com outros fatores, como uma boa noite de sono, por exemplo – que nosso organismo encontra energia, disposição, e pode influenciar até no humor. Imagina um combo de cansaço + mau-humor durante uma trip? É de estragar qualquer plano!

 

Por isso vale a pena o esforço de resistir às tentações e procurar hábitos mais saudáveis, além de respeitar o espaçamento de tempo entre refeições, que é de 3 em 3 horas. “No máximo de 5 em 5 horas, que é o limite aceitável”, conta a nutricionista Islayne Nogueira, aconselhando qual a melhor disposição de ingredientes no prato. “No geral, é legal que os nutrientes sejam bem distribuídos em cada alimentação, tanto com proteínas e carboidratos, como também gorduras”, diz a profissional.

 

Mas gorduras? Isso está certo? Islayne explica que não é todo tipo de gordura que faz mal. “Alguns alimentos são excelentes fontes de gordura boa, que trazem benefícios ao nosso corpo. É o caso dos ovos, do amendoim, das castanhas”. E esses sãos os maiores aliados para quem quer algo prático durante um lanche.

 

Então nada de recorrer aos salgadinhos industrializados. “Quando fala em praticidade, pensam logo em pegar no mercado algo que é só esquentar e comer, ou então já pronto para consumo, quando, na verdade, alimentos saudáveis estão ao alcance das mãos, igualmente rápidos, práticos e na mesma faixa de preço”, explica a nutricionista. Para os que vão fazem longos percursos de carro ou ficar distante de um local onde possam manter a alimentação regular, essa é a dica, atentando, claro, para um detalhe bastante fundamental: o armazenamento.

 

“Cuidado para não expor o alimento a temperaturas indevidas, que pode estraga-lo. Lembre-se: nem todo alimento é perecível, então deve ser conservado da maneira correta. É um iogurte? Uma fruta? Armazene numa caixa térmica”, alerta. O mesmo serve para produtos comprados a ambulantes. “Tudo depende da higienização. Precisamos tomar o máximo de cuidado com o que nos é servido. Se você não pode preparar em casa e levar, observe onde você vai comprar. A limpeza do local, a procedência dos alimentos, se a manipulação de dinheiro é feita pela mesma pessoa que produz a comida”, detalha Islayne.

 

E não se esqueça da água. A relação tem de ser a mesma de um casal apaixonado, que não se desgruda. E não vale substitui-la por outros líquidos, como refrigerantes ou cervejas. Os efeitos são diferentes, principalmente o de hidratação. Mas a água de coco e os sucos naturais estão liberados.

 

Para começar o dia

Levantou, fez a higiene e se trocou. Três primeiros itens: check. Para quem está viajando, a promessa de um café da manhã saboroso, bem-servido, bonito até aos olhos é um dos momentos mais esperados. A rede hoteleira cada vez mais está caprichando no serviço, ofertando uma infinidade de opções para que o hóspede cumpra sua programação diária satisfeito.

 

E, mais uma vez, a recomendação é equilibrar. “Priorize iogurtes, ovos, leite da própria vaca ou em pó com frutas, além de tentar incluir raízes, como inhame, macaxeira e batata doce”, descreve a nutricionista. E carne pela manhã está permitido também, mas sempre grelhada, assada ou cozida, tá?

 

Se tem o que está aprovado, tem o que não passa nos critérios de uma boa alimentação. “É bacana evitar massas, recheados, biscoitos, geleia, leite condensando… Tudo o que for açucarado, no geral, durante esse horário”, conta Islayne.

 

Não deixe de experimentar

O mais bacana de visitar um novo local é conhecer o que torna aquele local especial e diferenciado. Seja imergir na cultura da cidade, trocar conversa com os nativos, visitar patrimônios e, claro, provar as comidas típicas.

Islayne Nogueira conta que a região Nordeste é muito sortuda em relação a isso. “Temos uma grande variedade dessas raízes, receitas maravilhosas com esses ingredientes. Priorize o que é da terra e conheça também aquela culinária”, sugere. Permita-se viajar também nos sentidos, mas no paladar, em especial.

 

Mi casa, su casa

Você sabia que as cozinhas dos estabelecimentos que frequenta são abertas a visitação, de acordo com a Lei? O cliente deve estar acompanhado de um funcionário e apenas observar as atividades e os aspectos gerais do ambiente, sem manipular qualquer tipo de objeto ou alimento. É previsto pelo estabelecimento um horário para a visitação.

 

Na Pousada Capital das Águas nós te convidamos a conhecer cada uma das nossas áreas, a qualquer momento, para que tenha certeza de que estamos cumprindo as normas higiênico-sanitárias. Você é inteiramente bem-vindo!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

10 dicas imperdíveis de como organizar uma evento de sucesso

August 4, 2018

1/2
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Endereço

Rua Ferroviário Manoel Gonçalves Filho, 153 - Jatiúca, Maceió - AL, 57035-852

E-mail

​contato@pousadacapitaldasaguas.com.br

Telefones
+55 (82) 3025-9780
+55 (82) 3235-2260
+55 (82) 99925-0770

©2018 Pousada Capital das Águas

  • Instagram Pousada
  • Facebook Pousada